quarta-feira, 22 de junho de 2011

Lembrando minha vida

HOJE COMPLETO MAIS UMA PRIMAVERA ( ANTIGO ISSO NE? ) ENTÃO PAREI PRA PENSAR NESSE PRESENTE DE DEUS E LEMBREI TANTA COISA QUE GOSTARIA DE DIVIDIR TUDO ISSO COM OS AMIGOS QUE GOSTAM DE LER OS MEUS RABISCOS QUE SÃO BEM AMADORES MAIS FEITOS COM MINHA ALMA...OBRIGADO DEUS E OBRIGADO AMIGOS .


Estava pensando
Em quantas coisas se lidaram em meus olhos
Quantos amores em meu coração
Quantas vidas se entretiveram na minha
Quantos sorrisos aborrecidos por lagrimas
Em noites de festas ou de solidão.

Pensei em vidas... Lembrei de mortos
Pensei em meu pai e no nosso adeus
Que por descuido da vida, não se deu.

Lembrei de amigos
Das brigas tão sofridas.

Nos amores... Lembrei das feridas
Lembrei do infante que fui.

Estava pensando
Quantas coisas, quantos amigos
Quantos abraços, quantos beijos...
O primeiro me lembro bem...
Gostinho de bala sabor cereja
E a menina de pele morena
De olhos de jabuticabas
Com um gosto nos lábios que jamais esqueci.

Lembrei dos meus ídolos
Da canção e do poema
Pensei em Vinicius
No tom Jobim, Lupicínio, Noel Rosa, Cartola, Chico
E na frente de todos rezei a Deus.

Agradeci por minha mamãe
Essa mulher guerreira
Mulher amiga, mulher alegre
Que me ama tanto
E as vezes acho que nem dou valor.

Olhei pela janela
Alcancei a formosura de uma criança brincando
O aroma das rosas a graça das dálias
E esse prazer que Deus me ofertou...
Poder agradecer em versos
A vida que me presenteou.

E continuei a lembrar
Lembrei dos amores mal sucedidos
Das tardes de domingo
Da saudade dos amigos
Que pela vida fugiram
E eu nunca mais os encontrei

Lembrei dos mortos famosos
Que no leito de morte
São tão iguais aos parentes meus.

Lembrei da luta sem perder a ternura
Do Ernesto Che Guevara
Da música lembrei o Gonzaguinha
Renato Russo do poeta maluco beleza Raul Seixas
Cazuza e tantos outros e outros ...

Lembrei da minha vó e do meu vovô
Dos amigos e sorrisos
Das lagrimas e dos sentidos
Que a vida por força maior,
Carregou.

Pensei nas novelas
Na seção da tarde
Das férias de verão
E cheguei ao professor
Agradeço a você meu mestre
Por poder te escrever

Tava pensando na saudade
Que ando sentindo
Das coisas que machucam a gente
E ninguém sabe por quê

Pensei nas pessoas que magoei
Nas que me magoaram sei que já perdoei.

Pensei nos dias ao lado dos sonhos
Das noites acordados e tardes com um amor ao lado
Lembrei de cada coisa
Esqueci algumas
Mas a vida é assim:

No final o mesmo fim
Ao lado só vão flores
E o carinho daquelas
Que por mais que o tempo passe
Jamais vão esquecer,
Esquecer isso tudo
Que a vida proporciona
Cada sorriso e, cada lagrima
Cada oi e, cada adeus

Podemos até sofrer
Mas mesmo na dor
Agradecer a Deus
Obrigado meu Deus por mais 1 ano de vida

Gustavo Sinder

8 comentários:

  1. Parabéns Gustavo por mais um ano de vida. Que Deus te abençoe muito. Felicidades sempre. Achei muito lindo de sua parte "Podemos até sofrer, mas mesmo na dor agradecer a Deus". É isso aí! Mesmo em meio à dor, devemos agradecer a Deus sempre, afinal, estamos vivos, não é? Beijos e um dia maravilhoso para você. Au revoir.

    ResponderExcluir
  2. Como te disse ontem...lindo poema de inesquecíveis lembranças. Um escrito de alma não pode ser alterado sem perder a sua essência. Te conheci mais um pouco lendo essa autobiografia poética...e te admiro mais um pouco também depois disso. Amizade, boas escolhas, amor a família...não é pra qualquer um.
    Beijo grande meu Gus...que a vida continue um passo adiante de todos os teus desejos para poder realizá-los!

    ResponderExcluir
  3. Gustavo,

    Parabéns pelo seu dia!
    Desejo que você seja muito feliz!
    E que nenhuma nuvem esconda o seu sol,sua
    alegria e o brilho dos seus olhos, que aquece todos a sua volta,tornando nossas vidas
    bem mais felizes.

    Que o seu jardim esteja sempre florido!
    Deus te proteja!

    Bjs da amiga,
    Annemarie.

    ResponderExcluir
  4. Parabéns a você, desejo que você tenha os seus melhores desejos realizados. Um abraço festivo, Yayá.

    ResponderExcluir
  5. Felicidade hoje e sempre!

    Vim conhecer seu canto e fiquei.
    Abração!

    ResponderExcluir
  6. Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog desinformação seletiva. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs


    Narroterapia:
    Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.

    Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

    http://narroterapia.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Toda felicidade do mundo poeta.
    beijos achocolatados
    To atrasada neh?
    mas tbem já estive adiantada neh?
    Rsrrsrs.

    ResponderExcluir
  8. parabéns isso akie está um luxoo !!

    ResponderExcluir

Mengoooooooo

Mengoooooooo
Ser Flamengo é ser humano e ser inteiro e forte na capacidade de querer. É ter certezas, vontade, garra e disposição. É paixão com alegria, alma com fome de gol e vontade com definição. Artur da Távola