segunda-feira, 18 de abril de 2011

FERIDA DO ADEUS


Rabisquei versos seduzidos
E lacrimejei em minutos tantos
Que hoje com a distância muita
Confesso ser:
Um poeta em amargura.

Fiz-me anjo e te fiz puta
Imerso num lago de angustia
Esqueço-me em caminhos sem sol
Numa briga torturante e afoita
Peço ao vento para te dar um recado
Que chega nessa brisa que sofre
E toca seu rosto tão gelado
E tão baixinho diz: Adeus.

Um recado na serenata do passarinho
Que descansa em sua janela
Canta e vai-se embora
Numa canção que te faça bem
Num abranjo, num beijo amigo
Um sorriso de domingo
Ou apenas no silêncio do destino

E nem toda música será perdida
E nem toda tarde será vazia
E se os deuses estiverem com a face triste
Vou minutar uma canção da noite
Onde a saudade fique abrigada
Na fonte imaginaria dos devaneios
Nos acordes da viola encantada
Ou na ferida do adeus .

Gustavo Sinder

7 comentários:

  1. Estonteantemente maravilhoso! Belíssimo poema!

    ''Na alma carrego um ensejo, aquele de beijar-te
    Em cores e reservas, enfeito teu céu com minha dor,
    Longe de ser a tal, quero ser a tua!"

    Não resisti e deixei uma marquinha de Catia aqui tá! Beijo-te!

    ResponderExcluir
  2. "No bebericar desse nectar...
    o beijo do sabiá cancioneiro
    nos lábios de um beijo primeiro
    entre raios - aurora. Alvorada. Sonhar!
    Tão cheio de beleza que tens
    entre suspiros e amores e bens
    Sobre versos e prosas, te amar..."

    ResponderExcluir
  3. Gustavo, adoro seus textos, adoro passar por aqui, sempre vale muito a pena, não houve uma só vez que eu não tenha me emocionado. Parabéns pelo espaço, parabéns pelo bom gosto e pelo ousar da escrita.
    quando sobrar um tempo, nesta vida corriqueira que nos cerca, faz-me uma visita..
    forte abraço

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Que lindo é o teu poetar
    cheias de frases inteligentes
    palavras que enbreagam a mente
    e nos leva ao espaço existênte
    que é apenas o querer amar...

    Gostei demais, parabens!

    Bjs

    ResponderExcluir
  5. Inspirador de amores:

    http://kiroamiga.blogspot.com/2011/04/blog-rabiscando-poesias.html

    ResponderExcluir
  6. Olá,

    Gostei do seu Blog e gostaria de fazer parceria com meu blog Mundo das Poesias:

    http://www.tol3.net/m

    Já adicionei seu Link e gostaria de pedir que também adicionasse nosso banner ou nosso link em seu blog.

    Grande Abraço;
    Sucesso!

    ResponderExcluir
  7. belo poema amigo...Bjos achocolatados

    ResponderExcluir

Mengoooooooo

Mengoooooooo
Ser Flamengo é ser humano e ser inteiro e forte na capacidade de querer. É ter certezas, vontade, garra e disposição. É paixão com alegria, alma com fome de gol e vontade com definição. Artur da Távola