quarta-feira, 9 de fevereiro de 2011

PRIMA QUERIDA


Deixo-te um poema prima
Deixo-te um bocado de saudades
Passeio nos olhos sua alegria de criança
Suas figuras mais formosas
E nossas traquinagens muitas.

Sinto o aroma do passado
E me vejo às vezes como um desconhecido
Do tempo que éramos crianças enlouquecidas
Protegidos pelos nossos guias
Dentro de mim tudo ainda é lindo, tudo ainda é vida.

Deixo-te prima querida
A aventura doce do gostar pra sempre
E se o vento que passa ligeiro
Qualquer dia te acordar mais cedo
Sou eu, pensando em você.

Deixo-te um carinho num verso simples
Rabiscado com doçura e meiguice.
E canto uma canção noturna
Olhando a plantação de estrelas
Lembrando da costumeira bagunça
Melhores momentos da minha vida

E com tantos sentimentos
Nasce um poema puro
E cantar é sua missão
E na sombra de seu violão
Deixo-te o gosto do Colinho de Deus

Gustavo Sinder

16 comentários:

  1. Lembranças da infância sempre são bem-vindas. Lindos versos. Pureza cristalina. Um bj querido amigo.

    ResponderExcluir
  2. infancia tem cheiro e gosto ...lindo o que vc dividiu aqui !!!

    Beijos ") @Nanazudah
    http://meninacajuina.blogspot.com/
    http://gordinhasdointerior.blogspot.com/
    http://opesodopreconceito.blogspot.com/
    http://deliciasdaclarisse.blogspot.com/
    http://descobertasdela.blogspot.com/
    http://minhamusicalidade.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  3. Lindo! Lindo!
    Bjo e sorrisos pa ti.

    ResponderExcluir
  4. Olá Gustavo!

    Seu blog é ótimo!... Sou suspeito posto que- fico empolgado com a possibilidade de interação.

    Também tenho um blog, o "Alma do Poeta"
    Escrevo pensamentos, é tudo muito solta, e ora coloquial enfim... espero que possa navegar por lá, e que goste do que ler!

    Forte abraço!

    ResponderExcluir
  5. Esse amor entre primos é deliciosos.
    Aprendi a beijar com um primo...rsrsrs.
    Doces lembranças da infancia, quando o amor era puro.
    Hoje os amores são contaminados e em sua maioria falsos.
    saudades!!!
    Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  6. Olá. Nem sei direito como vim parar aqui, decerto pesquisando alguma coisa ou através do blog de alguém.
    O que importa é que teu canto é muito acolhedor... Tudo aqui, as cores, imagens e principalmente, é claro, tua poesia.
    Muito bom!
    Se me permitir, tô ficando...
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Vi vc na Milene , e vim conferir..
    e gostei.. palavras doces e sensíveis.
    vou pegando carona também...

    Deixo te beiJOs meus...

    ResponderExcluir
  8. Olá Gustavo . Parabéns pelo teu blog. Gostei muito. Textos bem sofisticados, requintados. Muito bom!

    Sou Diego Schaun, poeta e músico baiano. www.diegoschaun.blogspot.com
    Espero que gostes! Boa tarde, abraços

    ResponderExcluir
  9. Voltei pra pegar uma imagem emprestada. Você me permite, né? rsrs... Ainda está lá pra ser postada, qualquer coisa me diz q cancelo a operação. Foi justamente essa desse post, amei.

    Por favor me avisa se for imagem particular.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  10. Lindamente escrito e divinamente inspirador! Parabéns por este cativante e meigo poema, caro amigo. Gostei imensamente! Tanto que vou publica-lo no meu blog Linkando Poesias, com o link, é claro! Um abraço

    ResponderExcluir
  11. eu estou amando eu amor minha prima elas sao minha prima

    ResponderExcluir
  12. Ameiiiiii
    Obrigado por existir em minha vida poesias

    ResponderExcluir

Mengoooooooo

Mengoooooooo
Ser Flamengo é ser humano e ser inteiro e forte na capacidade de querer. É ter certezas, vontade, garra e disposição. É paixão com alegria, alma com fome de gol e vontade com definição. Artur da Távola