terça-feira, 25 de janeiro de 2011

MENINA POESIA


Menina poesia
Que brandura é essa?
Que nos seus olhos abrolham
E que desarma o avesso
Arranjando prosa e luar

Que brandura é essa?
Que faz o riso ser carinhoso
Que mostra ao espinho rosas
E que tão me fez imaginar

Que doçura é essa?
Que encobre magoas
Que cativa à lua
Improvisando versos
E gritando pelas ruas

Pureza, sonhos e amar!

Quem sabe seja você
Moça poesia
Que me chegou com tanto
Tanto, para ladrilhar.

E então rabisquei esse verso
Para nele, mais uma vez encontrar-te...
Suave...
Deixando atrás de nós cantos de passarinhos...

E assim sigo meus dias
Lembrando da segunda fria
Do beijo e da alegria
Que hoje vira poesia
E nessa esperança desatinada
Deixo-te um beijo
Linda menina...

Gustavo Sinder

3 comentários:

  1. Bom dia, querido amigo Gustavo.

    Adorei o seu perfil. Há tanta poesia nele...

    Voltarei depois para ler com calma, porque gosto de saborear as palavras.

    Estou lhe seguindo. (Maria Auxiliadora) Amapola.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  2. Linda poesia. Parabéns.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. O Blog O TOQUE DE MIDAS

    http://rosarinho12.blogspot.com/

    deseja a todos os seus amigos
    ...
    ...uma semana Feliz!

    ResponderExcluir

Mengoooooooo

Mengoooooooo
Ser Flamengo é ser humano e ser inteiro e forte na capacidade de querer. É ter certezas, vontade, garra e disposição. É paixão com alegria, alma com fome de gol e vontade com definição. Artur da Távola