quinta-feira, 4 de agosto de 2011

Avassaladora


Nesses momentos alucinados
De um encanto de deixar-me aturdido
Com sua saliva na minha
E seu gosto no meu corpo
Então...
Seu contato no meu sexo
Avassalante e tão doida
Abusa de beijar minha boca
Com essa língua bailarina
Deixe-me tocar sua vagina
E nesse poema tão forte
Um gozo é o que me confia

Um gozo com alaridos mudos
E somente meu corpo
Vai alcançar tamanho gosto
Um desejo de tão longo
Vai pros sonhos do seu recado.

Nesses momentos loucos
Coisa boa e te beijar
Saborear na sua boca a bebida
E depois me perder ao te abraçar
E no banheiro a meia luz
Sem juízo ou porquês
Tenho-te, te como, sou seu.
Um seu que adentra fundo.
E nesse vai e vem
Lembra-me o mundo
Um dito por muitos, absurdo!
E quem quer viver com verdades?

Eu quero o prazer de seu corpo
Pelas amarras desse romance
Um poema forte, porém prazeroso.
Que ainda nos dedos seu gosto
E na boca a mesma saliva
E no peito o seu coração
E nos agrados a doce quimera
Em seus cabelos um aroma de flor

Mulher dos meus versos
Avassaladora minha luz
Mulher do sempre e do meu amor.
Gustavo Sinder

7 comentários:

  1. Lindíssimo poema ao amor, à paixão, ao carinho, sim, carinho de viver o amor integralmente sem medos, na mente, no corpo, enfim... Tudo o que a Vida pode dar e você pegar,você pegou esse amor portanto desejo que dure para sempre ou seja mesmo como diz o poeta "que seja eterno enquanto dure"!!!
    Abraços
    Ivone poemas
    henristo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Linda e envolvente poesia!
    Suas palavras me fizeram lembrar de uma poesia minha que se chama "Venha":

    Venha me aquecer

    Nos meus braços se envolver

    Nos meus olhos se perder

    No meu cheiro se entorpercer

    Em meus vales de prazer se derreter

    E me beijar até amanhecer


    Venha me abraçar

    Nos meus cabelos se embaraçar

    Na minha pele delirar

    No meu sorriso se encantar

    No meu ouvido cantarolar

    Nas minhas pernas entrelaçar


    Venha me sentir

    Do meu amor nutrir

    Da minh’alma atrair

    Dos meus passos seguir

    Da minha roupa desvestir

    Dos meus lábios o sorrir


    E que ele tome conta do resto;

    O porvir

    http://aaurevoirr.blogspot.com/2011/07/venha.html

    Beijos.
    Au revoir :)

    ResponderExcluir
  3. Um poema cheio de sensualidade e desejo, um carinho compartilhado e um amor prá ser seu.

    Gostei!

    beijo carinhoso!

    ResponderExcluir
  4. Intenso e sensual na medida certa!
    Um grande bj querido amigo

    ResponderExcluir
  5. O momento do sexo é, como diz Frejat, puro êxtase. Linda a sua poesia, sensualidade forte, à flor da pelo, extremamente tocante. bjkas e um ótima sexta-feira!

    ResponderExcluir
  6. Oi,amiguinho(achei legal seu blog),visite/siga o Blog do XANDRO(meu blog)vc vai gostar!;)

    http://blogdoxandro.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Que coisa gostosa de se ler... A mulher dos teus versos deve estar muito cheia de si e ela deve ser muito mais que o teu poema diz. Adoro poemas assim, quentes, ardentes, cheios de momentos a dois. Parabéns meu querido poeta, muito lindo o teu poetar.

    Beijocas e uma ótima semana.

    ResponderExcluir

Mengoooooooo

Mengoooooooo
Ser Flamengo é ser humano e ser inteiro e forte na capacidade de querer. É ter certezas, vontade, garra e disposição. É paixão com alegria, alma com fome de gol e vontade com definição. Artur da Távola